Pai de autor de tiroteio em escola de São Paulo se arrepende de ter arma: 'quem tem, entregue'
26/10/2023

PUBLICIDADE

Na segunda-feira passada, um aluno de 16 anos cometeu um atentado em uma escola de São Paulo. Usando a arma do seu pai, ele conseguiu entrar na escola e atirou em seus colegas. Uma adolescente de 17 anos foi morta e outros dois alunos foram baleados; um terceiro aluno ficou ferido por estilhaços de vidro. A identidade do menor está sendo preservada por lei.

O pai do adolescente veio a público e lamentou o acontecimento trágico, afirmando que se arrepende de ter mantido a arma em casa por tantos anos. Ele também revelou que o filho sofria ataques na escola e que a família não recebeu apoio na época. Apesar do abalo emocional, o pai acredita na recuperação do filho.

PUBLICIDADE

AD