Médicos que foram executados tiraram selfie momentos antes do ataque
06/10/2023

PUBLICIDADE

Três médicos de São Paulo foram executados em um quiosque na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, na madrugada desta quinta-feira. Um quarto médico que estava com eles sobreviveu e está internado. A motivação do crime ainda é desconhecida. Chamou a atenção que uma das vítimas era irmão de uma deputada federal do PSOL, o que levantou suspeitas sobre uma possível relação com a atuação política da parlamentar.

O ministro Flávio Dino determinou que a Polícia Federal acompanhe as investigações. Os médicos estavam na cidade para um congresso internacional de ortopedia. Durante uma reportagem da TV Globo, foi divulgada a última foto que o grupo tirou antes do ataque. Além do irmão da deputada, morreram dois outros médicos.

PUBLICIDADE

AD