Caso Miguel: patrões são condenados a pagar R$2 milhões em indenização à família
28/09/2023

PUBLICIDADE

No dia 6 de setembro, o Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região encerrou uma ação contra Sérgio Hacker e Sari Gaspar, ex-prefeito e primeira-dama de Tamandaré. Eles estavam sendo processados por envolvimento na morte do menino Miguel, filho de Mirtes Renata, que era empregada doméstica na casa deles. No dia do incidente, Mirtes havia levado o menino ao trabalho e confiou-o aos cuidados de Sari. Porém, Sari deixou Miguel sozinho no elevador e ele acabou caindo e morrendo.

A ação considerou que Sari foi negligente em cuidar da criança. A Justiça condenou os réus a pagar uma indenização de R$ 2.010.000 aos familiares do menino. A defesa de Mirtes considera que a decisão tem um caráter socioeducativo, mas não pode trazer de volta a vida do menino.

PUBLICIDADE

AD