Brasileiro gravou vídeo dentro de bunker momentos antes de morrer em Israel
11/10/2023

PUBLICIDADE

Israel se tornou palco de conflitos intensos nas últimas semanas, com confrontos entre as forças israelenses e o grupo extremista Hamas. Entre as vítimas desses ataques, encontramos o brasileiro Ranani Glazer, cuja história se destaca pela coragem e determinação em meio a uma situação de extrema tensão. Neste artigo, exploraremos os momentos finais de Ranani e sua namorada Rafaela Treistman, que enfrentaram uma tragédia em Israel.

Na tarde do último sábado, dia 7 de outubro, Ranani Glazer e sua namorada, Rafaela Treistman, estavam curtindo um festival de música eletrônica, situado a cerca de 20 km da Faixa de Gaza. O cenário foi de diversão e eventos, até que uma reviravolta inimaginável mudou suas vidas para sempre.

Veja o vídeo: 

PUBLICIDADE

O grupo extremista Hamas lançou um ataque contra Israel, pegando Ranani, Rafaela e outros frequentadores do festival de surpresa. Em questão de minutos, o que era um dia de alegria se transformou em um pesadelo. Correram para se abrigar em um bunker, como muitos israelenses têm feito nas últimas semanas devido aos conflitos em andamento.

Ranani, com notável serenidade e coragem, decidiu documentar o que estava acontecendo. Dentro do bunker, ele gravou um vídeo que capturou os momentos de tensão e incerteza. "Começou uma guerra em Israel. Pelo menos agora estamos seguros. Foi cena de filme!", disse o jovem nas imagens, deixando claro o quão surreal a situação havia se tornado.

No entanto, a realidade logo se impôs. A namorada de Ranani, Rafaela Treistman, conta que o abrigo estava cheio, com muitas pessoas em busca de segurança.

PUBLICIDADE

O som ensurdecedor das bombas e dos tiros ecoava do lado de fora, criando um ambiente de puro terror. Em meio ao caos e à confusão, Rafaela se perdeu do namorado, e a incerteza quanto ao destino de Ranani tomou conta de seu coração.

Rafaela relatou, em uma entrevista à CNN, que aguardou o fim do ataque dentro do bunker, junto a corpos de vítimas inocentes. A sensação de impotência e medo era avassaladora, enquanto ela se preocupava com o paradeiro de Ranani e rezava para que ele estivesse seguro.

A trágica história de Ranani Glazer não teve um final feliz. Na segunda-feira, dia 9 de outubro, foi confirmada sua morte em decorrência dos ataques do grupo Hamas. A esperança e a alegria que ele expressou momentos antes no vídeo deram lugar à tristeza e à comoção.

PUBLICIDADE

A história de Ranani e Rafaela serve como um lembrete brutal dos horrores da guerra, onde vidas jovens e cheias de potencial são interrompidas de maneira tão repentina e trágica. Enquanto a comunidade internacional busca soluções para conter os conflitos em Israel e na região, famílias e amigos de vítimas como Ranani Glazer enfrentam o luto e a dor da perda.

Esperamos que a memória de Ranani sirva como um lembrete de que, mesmo em meio à escuridão da guerra, a humanidade precisa buscar caminhos para a paz e a compreensão, a fim de evitar que mais tragédias como isso aconteçam.

PUBLICIDADE

AD