[ URGENTE ] Cas0 Sara Marian0: Um dos supost0s amaπtes da cant0ra acaba de c0nfirmar que estaria recebend0 a...veja mais
31/10/2023

PUBLICIDADE

No desdobramento do caso envolvendo a trágica morte da cantora gospel Sara Mariano, um depoimento à Polícia Civil de Santa Catarina trouxe à tona uma peça-chave na investigação: um motorista de aplicativo. Esse relato lançou luz sobre um possível envolvimento amoroso da artista e revelou detalhes preocupantes que podem esclarecer os eventos que cercam essa triste história.

Segundo o depoimento do motorista, ele conheceu Sara durante uma corrida que conduziu há seis meses. Após esse encontro casual, ele passou a ser frequentemente o motorista da cantora. Com o tempo, um relacionamento próximo se desenvolveu, e ambos começaram a trocar mensagens pelo WhatsApp. O motorista alega que Sara lhe afirmou ser solteira, o que deu início a um relacionamento amoroso entre os dois.

PUBLICIDADE

A revelação mais impactante ocorreu quando o motorista declarou que eles mantiveram relações íntimas cerca de dois meses atrás, ocasião em que ele descobriu que Sara era, na verdade, casada. Diante dessa revelação, o motorista afirma ter encerrado o relacionamento íntimo com a cantora, mas continuou a manter contato com ela por meio de mensagens e ligações. Posteriormente, ele decidiu se mudar para a cidade de Florianópolis.

Além disso, o depoimento do motorista expôs as supostas ameaças que ele teria começado a receber após a mudança de cidade. Ele alega que essas ameaças de morte teriam origem em Ederlan Mariano, o esposo de Sara. O motorista afirma ter registrado o número de telefone do marido de Sara em seu celular, o que desempenha um papel fundamental nas investigações.

PUBLICIDADE

O motorista teria entrado em contato com Ederlan para esclarecer que, quando iniciou o relacionamento com Sara, ele desconhecia o fato de que ela era casada. O marido da cantora teria reagido às revelações com ameaças após descobrir a suposta traição de sua esposa.

As informações de que o celular de Sara teria sido clonado pelo marido lançam ainda mais complexidade sobre esse caso. As investigações estão em andamento enquanto as autoridades buscam juntar todas as peças desse quebra-cabeça perturbador. O relacionamento amoroso e as ameaças descritos pelo motorista de aplicativo podem ser fundamentais para entender o que levou à morte de Sara Mariano e à subsequente confissão de seu marido. A trama se desdobra à medida que mais detalhes emergem.

PUBLICIDADE

AD